Notícia

Saúde da Família: Cuidados Básicos para sua Tranquilidade

saúde da família é uma das matérias de maior interesse dos médicos, pesquisadores, assistentes sociais e Governo. Isso porque uma abordagem que contempla a saúde à família causa mais impactos positivos do que uma abordagem individual. Dessa forma, é possível fazer com que cuidados básicos e hábitos saudáveis sejam repassados entre gerações.

Ao longo de décadas de pesquisa, observou-se que o bem-estar da família é fundamental para a saúde física e mental do ser humano. Pesquisas demonstraram que quem vive sozinho está mais disposto a obter doenças devido aos hábitos menos saudáveis.

Por isso, sendo a família o primeiro núcleo de proteção social, é preciso protegê-la e incentivar práticas saudáveis a ela.

O que é saúde da família?

Saúde da Família: Médica atendendo a família.

A saúde da família envolve o bem-estar físico e mental de todos os membros. Quando falamos em saúde, a ligação entre pais e filhos vai além dos fatores genéticos, pois a convivência diária determina o modo de vida de todos. A saúde da família envolve, então, práticas saudáveis entre os membros que garantam disposição física e mental de pais e filhos.

Não é à toa que, desde o começo dos anos 90, o governo brasileiro se dedica a criar programas que abordem a saúde dentro da estrutura familiar. Esses programas buscam levar assistência básica e criar hábitos saudáveis, de modo que isso se torne parte da rotina familiar.

saúde da família existe para que sejam evitadas doenças e problemas que põem em risco a estrutura familiar.

Quem pode garantir a saúde da sua família?

Saúde da Família: Família protegida.

Os pais são os principais responsáveis pela saúde da família, mas todos devem estar em alerta. Normalmente, é um familiar que avisa sobre um determinado sintoma e incentiva a pessoa a procurar um médico. E esse é um dos motivos que faz diminuir o risco de doenças sérias entre familiares.

Basicamente, existem três níveis de proteção da família. O primeiro é o estatal que, com programas como Estratégia Saúde da Família, visa promover a qualidade de vida da população brasileira, diminuindo fatores de risco. O foco do programa, evidentemente, está nas camadas mais pobres.

O segundo nível de proteção é feito por ONGs e entidades voltadas para a saúde como um todo. Projetos voltados para a saúde familiar costumam incluir ações coletivas em comunidades menos assistidas, campanhas publicitárias e programas de prevenção de doenças. É o nível de proteção mais fraco da sociedade, por depender de iniciativas independentes.

O terceiro nível é o mais importante, porque se dá dentro da própria família. Infelizmente, programas estatais ou de entidades não conseguem garantir a saúde da família em determinadas circunstâncias. Por isso, o trabalho de promover a saúde é da própria família, que através de práticas saudáveis e um bom seguro de vida consegue se preparar para situações emergenciais.

Quando é o melhor momento para cuidar da saúde da família?

Saúde da Família: Médico atendendo mãe e filho.

Os cuidados com a saúde familiar devem ser cotidianos. É importante que o casal tenha como hábito práticas nesse sentido. O olhar dos pais deve estar voltado para uma boa alimentação, um bom descanso e práticas de exercício. Quando o foco é cotidiano, eles acabam passando os bons hábitos para os filhos.

Por isso, é importante que a família tenha um planejamento que vise a saúde e um sistema que garanta seguridade. Programas estatais podem ajudar, mas nem sempre atendem todas as expectativas. Estar preparado é ter a certeza de que, diante de alguma adversidade, a família tem para quem recorrer.

Quais fatores colocam a nossa saúde em risco?

Saúde da Família: Pais cuidando da filha.

De uma maneira geral, entre os maiores fatores de risco estão o tabagismo e o alcoolismo, que podem desenvolver problemas físicos e mentais. Em relação à alimentação, o baixo consumo de frutas e verduras aumenta o risco.

Além disso, fatores como o sedentarismo e o contato com a poluição costumam agravar os problemas. Doenças como hipertensão e obesidade também causam enormes consequências. No caso das crianças, o baixo peso deve ser uma fonte de preocupação.

Nos casos familiares, existem muitos outros fatores que colocam os membros em risco. A falta de planejamento familiar e de cuidados básicos são os principais. Além disso, quando há apenas um responsável presente, ou existe negligência por parte do casal, pode haver consequências. Separação dos pais, abusos sexuais e gravidez precoce também estão entre os maiores problemas.

Cuidados básicos para garantir a saúde da família

Saúde da Família: Crianças felizes e saudáveis.

É fundamental visitar o médico com frequência para realizar exames e fazer check-ups. Uma recomendação é agendar visitas ao médico para toda a família anualmente. A alimentação também precisa ter um foco em alimentos naturais, para que as crianças aprendam a comer direito. Os doces devem ser dados moderadamente, pois os pais precisam investir em lanches saudáveis, como nozes e biscoitos integrais.

As atividades físicas também precisam ser incentivadas. É recomendável que, diariamente, seja feito algum tipo de exercício. A vantagem da prática em família é que ela não necessita de academia. Atividades como passeios de bicicleta e futebol cumprem o objetivo com muita diversão.

Além disso, é fundamental dar atenção ao sono para sua tranquilidade. Crianças de até 10 anos precisam dormir de 10 a 13 horas por noite, e os adultos de 7 a 9 horas. Também é importante manter tudo limpo, para evitar que fungos e ácaros se acumulem e agridam a saúde. Juntamente com um investimento em seguro, esses cuidados básicos vão garantir qualidade de vida.

Para quem tem idosos em casa, o cuidado deve ser redobrado, tento na questão de rampas, pisos, inúmeros fatores que devem promover a segurança. Não deixe de ler : Saúde bucal dos idosos: Saiba quais são os cuidados.

Por que se preocupar com a saúde da família

Saúde da Família: Mãos de um médico protegendo a família.

A preocupação com a saúde familiar deve ser constante, porque os benefícios vão desde um dia a dia mais feliz até o prolongamento da vida. Quando você mantém os exames em dia e conta com seguro de vida, tem mais segurança e tranquilidade em todo momento.

A seguridade garante que se um membro família precisar de um atendimento, você o terá o mais rápido possível. E essa sensação de segurança já é um grande ganho.

Promoção da saúde e qualidade de vida

Saúde da Família: Pais em uma consulta médica com o filho.

Com a prática de bons hábitos e um bom planejamento, toda a família passa a precisar menos de assistência médica. Ou seja, você prolonga a vida e evita qualquer problema. Quando os filhos estão saudáveis, os pais também ficam mais tranquilos e podem focar no futuro das crianças.

Hábitos que estimulem a promoção da saúde são fundamentais para o Brasil, país em que a saúde é uma grande fonte de preocupação. Devido à desconfiança da população em relação aos serviços públicos, o brasileiro constantemente deseja melhorar sua qualidade de vida.

Por isso, a promoção da saúde é um fator que deve ser praticado e incentivado por todos. Dessa forma, será possível elevarmos a qualidade de vida da população e colocarmos o Brasil como um grande exemplo de saúde.

Prevenção de doenças

Saúde da Família: Criança gripada.

Infelizmente, não é possível saber quando uma doença vai se desenvolver. Além da predisposição genética, nós podemos adquirir doenças por meio de hábitos errados, bactérias, vírus, etc. Somente quando pensamos nestas possibilidades é que entendemos a importância da prevenção. E quando a família está bem de saúde é quando também temos mais dificuldade em descobrir quais os males estão mais próximos de nós. Por isso, a prevenção deve ser sistemática e completa.

Garantia de uma vida tranquila

Saúde da Família: Mãe brincando com os filhos no jardim.

Além dos fatores essenciais de uma vida tranquila, citados anteriormente, é importante evitar o estresse, viver tranquilamente e não se preocupar demais. Trazer a família para perto e criar bons momentos é de suma importância para fortalecer os elos e compartilhar bons momentos.

Além disso, o planejamento é a garantia de uma vida tranquila, pois passa pela forma de administrar o dinheiro ao plano para a saúde dos membros da família. O hábito de planejar é fundamental para você poder sempre melhorar em termos de qualidade de vida.

Lembre-se que cuidar das contas e investir na educação financeira de todos garante que a família não passe por problemas econômicos. Dessa forma, você evita estresse e outros problemas decorrentes disso. É recomendável, a qualquer um, que não dependa da previdência estatal e da saúde fornecida pelo governo. Tudo isso, é imprescindível para se preparar para o futuro.

Planeje suas visitas ao médico, bem como o investimento que fará em planos e seguros. Dessa forma, você tem mais segurança e fica tranquilo por saber que diante de qualquer adversidade você terá assistência médica.

Conclusão

Saúde da Família: Cuidados Básicos para sua Tranquilidade

A saúde da família é um dos fatores mais importantes para a vida em sociedade. No entanto, além dos programas estatais como a Saúde da Família e projetos sociais voltados à saúde, devemos ter nosso planejamento próprio. É papel dos pais ou responsáveis saberem as consequências e males que afetam a sua família.

Os pais precisam, portanto, adotar os melhores hábitos de saúde, como boa alimentação e práticas de exercícios. Além disso, atividades em família são importantes para o bem-estar de todos. Com essas medidas, os pais ensinam aos filhos a como terem uma vida longa e saudável.

Por fim, é importante que os responsáveis planejem seus recursos para garantir a cobertura de tratamentos de doenças ou emergências. Investir em um plano de saúde e odontológico em seguros de vida é fundamental. Dessa forma, você tem a segurança de poder contar com serviços e atendimento médico sempre que sua família precisar.

Para saber mais, não deixe de entrar em contato conosco e conhecer os planos que a Facilita Seguros oferece!

Fonte: Facilitaseguros

Rolar para cima